Proteína à base de plantas pode te levantar?


Gabriel Vergani / EyeEm

Como você está recebendo sua proteína? Você está carregando um shaker cheio de soro de leite em pó, ou você está indo para uma alternativa à base de plantas, como o cânhamo, ervilhas e arroz? O método baseado em plantas está crescendo em popularidade, mas algumas pessoas podem não estar convencidas de que produzirão os mesmos resultados que os métodos testados e comprovados.

Bem, estamos colocando a proteína baseada em plantas em teste para ver se isso vai te deixar tão excitado quanto o material baseado em animais.

Argumentos de Abertura

Defesa

A proteína é proteína, não importa de onde vem. Seu corpo (e músculos) não se preocupam com a origem do macro-nutriente de proteína que você ingere após um treino intenso. Será utilizado da mesma maneira. É por isso que há muitos fisiculturistas e atletas de força vegetarianos que se destacaram em seu esporte em uma dieta baseada em vegetais.

Acusação

Claro, a proteína é simplesmente uma molécula que ajuda a construir ossos, músculos e tecidos, mas todas as fontes de proteína não são iguais. Os aminoácidos que compõem as proteínas são importantes, e nem todas as fontes de proteína contêm um lote completo dos aminoácidos essenciais que nosso organismo necessita para um ótimo desempenho. Fontes animais geralmente contêm todos os aminoácidos essenciais, enquanto os pós vegetais precisam adicioná-los, o que pode ser menos eficaz.

Evidência

Um estudo de 2013 publicado em Revista de Nutrição 24 sujeitos levantaram pesos e suplementaram com proteína de soro de leite ou proteína de arroz (em uma dose alta) por oito semanas. Os pesquisadores não encontraram diferenças em métricas como espessura muscular, perda de gordura, força e poder.

Alguns afirmam que a proteína da soja pode afetar os níveis hormonais nos homens (e estimular o crescimento das mamas), mas uma pesquisa recente da Universidade St. Catherine, em Minnesota, mostrou que a proteína isolada da soja não afetou os hormônios ligados à reprodução em homens. Pesquisa em Jornal do Colégio Americano de Nutrição Em 2013, descobriu-se que, quando o soro de leite era acumulado contra suplementos de soja após o treinamento de resistência, aqueles que tomavam soro de leite acabavam com quase o dobro dos ganhos de massa muscular magra.

Um estudo recente da Universidade Internacional da Flórida analisou os lutadores de MMA que suplementaram com soro de leite ou proteína de arroz durante o treinamento intenso. Eles não encontraram diferenças significativas na composição corporal após seis semanas.

Veredito

Existem diferenças entre as proteínas provenientes de animais e proteínas derivadas de plantas, mas elas não são significativas o suficiente para recomendar uma sobre a outra. Com a proteína de soro de leite, você obtém um perfil completo de aminoácidos, mas um pó de proteína vegetal de várias fontes pode cobrir as bases.

Condenação

Vá com o que você preferir. Alguns caras dizem que a proteína do soro do leite perturba seus estômagos; Se esse for o seu caso, use proteína sem soro de leite. De qualquer forma, tente obter cerca de um grama de proteína por quilo de peso corporal por dia.

[RELATED1]

Não

Posts que devem ser vistos também:

Dieta e suplementação para nadadores

Viver no Paraíso

https://marciovivalld.com.br/fotos-bonitas-de-scarlett-johansson/

Como construir a salada perfeita

https://ivonechagas.com.br/diet-for-lupus-como-sua-dieta-lupica-esta-trabalhando-para-ou-against-you/

Alimentos saudáveis ​​e de alta caloria para ganhar peso

https://roselybonfante.com.br/beneficios-do-plano-de-dieta-sem-carboidratos-alimentos-para-comer-e-riscos-potenciais/

https://lingualtechnik-deutschland.org/a-historia-da-sua-vida-e-o-poder-das-memorias/

Os médicos dizem para parar de usar papel higiênico